Portal O Novo Oeste
Copacol Supermercados

Na última hora Bombarda tenta reativar PDT para disputar prefeitura de Corbélia


14/09/2020

Na última hora Bombarda tenta reativar PDT para disputar prefeitura de Corbélia

O ex-prefeito de Corbélia, Clovis Bombarda (PDT), lidera um grupo de descontentes, que corre contra o tempo para lançar um novo candidato a prefeito. Nesta segunda-feira (14) ele passou o dia reunido com algumas lideranças e tenta encorajar empresários a aderir a proposta do bate-chapa. A intensão é evitar que o Município tenha candidatura única. Até agora apenas o prefeito, Giovani Hnatuw, foi confirmado para a disputa.

Entre os descontentes o principal entrave é burocrático. É que o PDT está praticamente desativado no município e sequer fez do edital chamando para convenção. Até o fim da semana passada o partido também não tinha nenhum pré-candidato a vereador. Nesta segunda-feira (14) à tarde, Clóvis tentou uma saída jurídica que permita oficializar a convenção. Ele disse ao Jornal ABC que o prazo para a publicação do edital da Convenção venceu no sábado, porém como sábado não há expediente acredita que esse prazo se estenda até o fim da tarde de hoje. Isso, entretanto, é um entendimento pessoal.

Bombarda convidou o dentista, Cladir Lodi (PSD) a se associar nessa proposta e tem como articulador o ex-prefeito, Ivanor Bernardi. “A ideia é que eu seja o candidato a prefeito e o Cladir, candidato a vice-prefeito”, comentou Clóvis. Ele explicou que Ivanor Bernardi vem trabalhando intensamente nos bastidores.

O problema é que o PSD, que tem Cladir Lodi entre os filiados, também está na gaveta e não fez chamamento para as convenções. Para isso precisará usar o mesmo argumento do PDT para publicar o edital às pressas e conseguir fazer a convenção municipal. A Justiça, entretanto, não se manifestou até o fim da tarde, o que reduz bastante as chances de sucesso. Além disso, até agora a pouco nenhum dos partidos tinha publicado edital de convocação para a convenção e sem isso estão fora da corrida.

Bombarda justificou que todo esse esforço de última hora ocorre pela à falta de experiência política de algumas personalidades do grupo. “Eu não fui atrás desse registro porque tínhamos candidato a prefeito”. Ele se referiu a Eli Stefanello, que na semana passada anunciou coligação para a reeleição do prefeito, Giovani Hnatuw. Ainda assim, caso Stefanello fosse candidato o PDT não poderia participar das coligações uma vez que não foram dados os passos necessários para oficializar esse apoio. “A gente não quer o poder por poder. Aqui tem um pedido do governador, Ratinho Junior” justificou.

Fonte: Portal ABC

CSPA
Frimesa
Unica Faculdade
Center
Bortolato
Juliano
Trevisol