Portal O Novo Oeste
Jonh Deere
Cresol
Copacol Supermercados

Em Dez anos, o valor do pedágio será 70% maior no PR, segundo Divo Grolli


23/09/2021

Em Dez anos, o valor do pedágio será 70% maior no PR, segundo Divo Grolli

Hoje, o custo do pedgio para veculos leves de Foz do Iguau a Guarapuava de R$ 71,90, mdia de R$ 14,38 em cada praa, desta forma: R$ 17,00 na praa de pedgio de So Miguel do Iguau; R$ 12,90 na praa de Cu Azul e R$ 14,00 nas praas de Cascavel, Laranjeiras do Sul e Candi.

A nova proposta do Ministrio de Infraestrutura para a licitao do pedgio no Paran, para o perodo de 30 anos (de dezembro de 2021 a dezembro de 2051), prev uma arrecadao (sem correo) de R$ 156 bilhes.

No se assuste! isso mesmo. Um valor que, aos preos de hoje, d para comprar trs milhes e 120 mil carros populares.

Desses R$ 156 bilhes, apenas R$ 42 bilhes esto previstos para investimentos em obras, ou seja, 27% da arrecadao estimada.

Essa uma demonstrao clara que o objetivo do negcio no realizar obras, melhorar a segurana de quem transita pelas estradas e sim o GRANDE LUCRO e a ARRECADAO para os governos em forma de impostos e da confusa outorga onerosa. a teoria do Ganha-Perde: eles ganham muito e a sociedade perde tudo.

O modelo proposto tem questes complexas e discutveis. Arrepia s em pensar que teremos repetidos os sofrimentos passados de 1997 a 2021, quando interesses escusos e a corrupo s levantaram os preos do pedgio e sem construir as obras prometidas.

Disso s restaram os acordos de lenincia que mais servem como lies para a histria, pois baixada a poeira, em meio ao mea-culpa disfarado, cravados nas praas de pedgio, os preos das tarifas voltaram a subir de forma embalada.

imprescindvel que prestemos ateno ao que se passa. Hoje, o custo do pedgio para veculos leves de Foz do Iguau a Guarapuava de R$ 71,90, mdia de R$ 14,38 em cada praa, desta forma: R$ 17,00 na praa de pedgio de So Miguel do Iguau; R$ 12,90 na praa de Cu Azul e R$ 14,00 nas praas de Cascavel, Laranjeiras do Sul e Candi.

O conflito de interesses mais evidente e revoltante ao fazermos um comparativo dos valores das tarifas de pedgio hoje vigentes na regio Oeste do Paran com os das tarifas propostas, considerando: o desconto mximo de 17% a ser concedido quando da licitao; as novas tarifas acrescidas de 40%, isso depois das duplicaes; somando-se as correes futuras com base na inflao estimada em 4% ao ano, at 2031 e, pasmem, a incluso de novas praas de pedgios no Oeste do Paran, concluindo assim que estamos diante de uma exorbitncia descabida. Estes valores so demonstrados no quadro a seguir, com clculos estimados apenas para veculos leves.

Pedgio

Pelo demonstrativo possvel perceber que hoje o valor do pedgio para veculos leves custa R$ 71,90. Na tarifa proposta, com o desconto de 17% quando da licitao, a incluso das novas praas de pedgio na BR-163, mais o acrscimo de 40% na duplicao e a correo estimada em 4% ao ano acumulando 48,02% no perodo de dez anos a projeo do valor do pedgio para veculos leves na regio Oeste nas BR-277 e BR-163, em 2031, ser de R$ 121,93, ou seja, quase 70% a mais na comparao com as tarifas atuais de R$ 71,90. S o cinismo e a desconsiderao para alimentar essa excrescncia.

A proposta do Ministrio de Infraestrutura contraria os princpios da livre concorrncia, um deles o do menor preo. A proposta estabelece limitaes de desconto, bem diferente do que aconteceu no estado do Rio Grande do Sul, onde um trecho de 200 Km prximo a Santa Maria, foi licitado tendo como preo de partida R$ 7,37 para cada praa e sem a limitao de desconto.

A ganhadora, o Grupo Espanhol Sacyr, que atua em mais de 30 pases, props desconto de 54,4%, fechando em uma tarifa no valor de R$ 3,36.

A batalha do pedgio comeou h anos, inicialmente para que no houvesse a renovao automtica das concesses. Uma luta rdua e desgastante, que colocou ombro a ombro o Programa Oeste em Desenvolvimento, a Caciopar e as associaes comerciais e industriais da regio, que lutaram contra tudo e contra todos, sofrendo agresses morais e perseguies duras e inesquecveis. Mas a dignidade e a coragem dos lderes prevaleceram contra as injustias. A sociedade combateu e conquistou o direito da no renovao automtica da concesso dos contratos.

Mais recentemente, a sociedade paranaense deu a maior prova da sua indignao, nas audincias pblicas do Ministrio de Infraestrutura realizadas nos dias 24 e 25 de fevereiro de 2021, nas quais os manifestantes lderes, polticos, empresrios e foras vivas da sociedade,se posicionaram de forma unnime contra o modelo apresentado.

O novo modelo de cobrana do pedgio transporta em seu bojo uma disparidade, relativamente ao conceito da LIVRE INICIATIVA. Por isso, o caminho da cooperao entre todas as regies do Paran ter uma posio contrria ao novo modelo de concesso imposto pelo Ministrio de Infraestrutura, com limitaes de desconto em 17% na tarifa bsica, outorga onerosa e degrau tarifrio de 40% quando acontecerem as duplicaes.

Os problemas do pedgio paranaense sero resolvidos pelo CAMINHO DA COOPERAO.

O POD Programa Oeste em Desenvolvimento, e as outras foras do Oeste j articularam a sociedade para combater os valores exorbitantes e a corrupo das concessionrias que atuam no Paran. E agora mantm o mesmo esprito de luta para mudar a proposta do Ministrio de Infraestrutura, a fim de que tenhamos um pedgio JUSTO, que assegure um Paran com uma economia forte e prspera.

Artigo Dilvo Grolli, presidente da Coopavel e membro do Programa Oeste em Desenvolvimento.



Iguau seguros
Sicredi
BioNova
Bortolato
Center
Consultec
Sicoob
Coopercaf
Nova Aurora
Juliano
Solsten Solar
Itaipu
Univel
Cobb 2
Frimesa
Cresol
Gela a Boca
Trevisol
mercado Oliveira
Unica antiga unimed
Assis
Papa lguas
Movimet
Jonh Deere
Odontosan